contador de visitas

quinta-feira, maio 20, 2010

Copiei do Blog e repasso
Escrito por Baby Garroux
http://babygarroux.blog.uol.com.br/
Preconceito dá cadeia!!!

Se Deus fizesse o homem para casar com homem, não seria Adão e Eva, teria feito Adão e Ivo"-

Emanuel de Albertin, cantor gospel
Anthony Garotinho, vem sendo acusado de incentivar a homofobia em eventos realizados por todo o estado do Rio de Janeiro. Os atos promovidos pelo político, oficialmente tem caráter religioso, mas na prática, servem como palanque para que Garotinho, que é evangélico, fale contra a união homoafetiva e ataque adversários que apóiam a realização de Paradas Gay.
Em evento realizado na última semana na Baixada Fluminense, Garotinho esteve acompanhado por Emanuel de Albertin, cantor gospel, que soltou a pérola: "Se Deus fizesse o homem para casar com homem, não seria Adão e Eva, teria feito Adão e Ivo".
O mesmo cantor perguntou aos presentes no palco e à platéia se eram favoráveis à união civil gay. Todos disseram ser contra e Garotinho aproveitou para alfinetar Fernando Gabeira e Sérgio Cabral. "O Gabeira e o Sérgio Cabral são a favor. O governador patrocina Parada Gay em Copacabana", disse.
Silvana Batini, procuradora regional eleitoral do RJ, já anunciou que vai acionar o TRE para impedir que Garotinho continue usando seus eventos para fazer campanha eleitoral antecipada. Entidades LGBT, como era de se esperar, vêm condenando as falas anti-gays de Garotinho e lamentam a postura do ex-governador, que sintetiza em sua fala, o mesmo preconceito que leva à violência e morte de centenas de homossexuais em todo o país.
Na foto: Anthony Garotinho

Nenhum comentário: