contador de visitas

quinta-feira, janeiro 28, 2010

Cientistas irão exumar Da Vinci


provar semelhança com Mona Lisa

Pesquisadores italianos querem exumar o corpo de Leonardo da Vinci para provar semelhanças físicas entre os traços do artista com os retratados no célebre quadro Mona Lisa. A teoria, segundo eles, é que a obra se trata de um autorretrato.
A ideia dos cientistas, segundo reportagem da BBC, é reconstruir o rosto de Da Vinci e confrontar a teoria com o famoso rosto de La Gioconda. A teoria surgiu a partir de um estudo que identificou diversos pontos semelhantes entre as duas faces. Cientistas do Comitê Nacional para a Valorização dos Bens Históricos, Culturais e Ambientais da Itália pretendem exumar os restos mortais do pintor e reconstruir sua cabeça.
A verdadeira identidade da pessoa retratada no famoso quadro de Da Vinci é considerada um dos grandes mistérios do mundo das artes. Teorias amplamente divulgadas apontam que La Gioconda seria a mãe de Leonardo ou a mulher de um mercador de Florença.
500 anos depois, o principal desafio será encontrar os restos mortais do artista. Leonardo da Vinci que morreu em 1519, aos 67 anos, e teria sido enterrado no castelo de Amboise, no vale do Loire, na França. O local foi alvo de saques de invasores ao longo dos séculos, e não há certeza de que a sepultura seja mesmo a de Leonardo da Vinci.
Por conta da incerteza, os herdeiros do castelo nunca incluíram a informação nos panfletos turísticos locais. Eles devem abrir as portas para investigações nos próximos meses. Segundo o presidente do Comitê, Silvano Vincenti, há tecnologia suficiente para avaliar ossada sem realizar grandes escavações. Micro-sondas e uma câmera para filmar o interior da tumba vão verificar o estado da tumba e garantir a presença de ossos. A outra dificuldade para os pesquisadores está na busca por descendentes vivos, o que é pouco provável, ou por familiares sepultados nos cemitérios da Itália, com maior probabilidade nos arredores de Bolonha.
O ponto de partida, por enquanto, é um pintor, que seria um descendente de linha paterna de Leonardo da Vinci, enterrado em Bolonha, na virada dos séculos 15 e 16.







Nenhum comentário: